Dermaroller - O que é, para que serve e como funciona

Dermaroller - O que é, para que serve e como funciona

Publicado: 21/02/2017 Vizualizações: 8733

O que é o Dermaroller?

O Dermaroller é um pequeno rolo de agulhas usado para fazer o microagulhamento manual da pele. Este dispositivo possui um cilindro em uma das suas extremidades incrustado com microagulhas muito finas, cujo comprimento longitudinal (tamanho) das agulhas e a quantidade vai variar de acordo com a necessidade e o objetivo do tratamento.

Foi desenvolvido especialmente para fazer a rolagem dessas microagulhas para perfurar a pele e consequentemente estimular e induzir o nosso próprio organismo de forma natural promover a formação de colágeno e elastina no tecido cutâneo, provocando uma rápida e intensa renovação celular.

Dermaroller

O Dermaroller é utilizado em vários tipos de procedimentos estéticos e dermatológicos, o tamanho em milímetros das agulhas e a quantidade variam de acordo com a necessidade e objetivo do microagulhamento para cada tipo específico de tratamento.

Como todo procedimento estético, dependendo do caso, deverá ser realizado ou orientado por dermatologistas, fisioterapeutas ou biomédicos, porém, para problemas mais simples e comuns, será possível fazer o tratamento em casa, adquirindo o aparelho e seguindo alguns cuidados e orientações específicas de um profissional.

Para que serve o Dermaroller?

O Dermaroller é utilizado para regenerar a pele e tem ação múltipla: serve para promover o rejuvenescimento e a renovação celular, tudo isso através de uma estimulação natural feita com microagulhas que penetram na derme favorecendo a formação de novas fibras de colágeno, que dão firmeza e sustentação à pele.

O principal objetivo do uso do aparelho é estimular a produção de colágeno e promover uma intensa renovação celular e a formação de um novo tecido, através das microlesões provocadas pelas microagulhas na pele.

Cada “furinho” feito na pele será preenchido por um novo tecido. Como são milhares deles, toda a área tratada será beneficiada.

Indicações do Dermaroller

O Dermaroller é indicado para tratar rugas ou linhas de expressão, calvície, estrias brancas, vermelhas e roxas, flacidez cutânea, remover cicatrizes de acne ou outras cicatrizes, disfarçar manchas, reduzir melasmas, fechar poros dilatados e melhorar a circulação periférica.

Como funciona o Dermaroller?

As microagulhas penetram na pele por várias vezes causando micro ferimentos e vermelhidão, formando microcanais que vão possibilitar a reação das células, estimulando naturalmente a regeneração da pele, com a produção de colágeno, elastina, de ácido hialurônico e a liberação de fatores de crescimento.

Dermaroller - Como funciona

VEJA O VÍDEO

Por uma reação de defesa do organismo, as células epiteliais passam a se multiplicar, e consequentemente, renovam os tecidos da região tratada, deixando a pele mais uniforme, rejuvenescida e bonita.

É aí que ocorre a remodelação tecidual e o surgimento de novos componentes na matriz da derme, que migram para a microlesão e fecham os canais criando um novo tecido, rico em colágeno e elastina, resultando em uma pele mais firme e espessa. A regeneração provocada pelo microagulhamento atenua cicatrizes, melhora a textura da pele, linhas de expressão e rugas, manchas, entre outros vários benefícios.

Embora este tratamento possa causar alguma dor e desconforto, porque quanto maior for o comprimento das agulhas, maior será a dor, ele fornece resultados imediatos desde a primeira sessão e geralmente compensa o 'sofrimento' porque a pele fica toda uniforme, sem as depressões causadas pelas cicatrizes de acne.

O mais indicado é iniciar o tratamento com agulhas menores, com cerca de 0,2 mm de comprimento, e se necessário, poderá aumentar o tamanho da agulha para 0,5 mm de comprimento, principalmente quando o tratamento é realizado no rosto e em casa. Se desejar remover estrias vermelhas, rugas, flacidez, cicatrizes antigas ou cicatrizes de acne muito profundas, pode-se usar uma agulha maior, como por exemplo de 1 mm de comprimento, mas nesse caso o tratamento em casa não é recomendado. Com agulhas acima de 2 mm de comprimento, o tratamento só pode ser feito com o dermatologista, fisioterapeuta ou biomédico.

Benefícios do Dermaroller

A indução da produção de elastina e colágeno proporcionada pelo procedimento realizado com o Dermaroller é observada logo após a primeira sessão de tratamento. O paciente percebe significativa melhora em cicatrizes, rugas, problemas de pigmentação e melanoses, sua pele terá um aspecto notadamente rejuvenescido.

Além disso, o procedimento ajuda a circulação sanguínea, aumentando e melhorando o suporte nutricional e de oxigênio local, o que provoca a eliminação de metabólitos e toxinas. Exames histológicos realizados passadas 6 semanas do tratamento, mostram um crescimento exato de até 1000% em fibras de colágeno e elastina. Relatos científicos e casos clínicos, apontam êxito de 70 a 80% para cicatrizes atróficas após 2 a 4 sessões.

VEJA AS FOTOS

Contra-indicações para o uso do Dermaroller

Não existe procedimento médico ou estético sem riscos. No caso do Dermaroller não é diferente, ele provoca micro lesões na pele, assim, pode ocorrer infecções, estimular herpes, cicatrizes e até mesmo a formação de quelóides (cicatriz endurecida e saliente) em pacientes propensos a isso. Por isso, apesar de muitas pessoas se interessarem em saber onde comprar o dermaroller, é preciso estar atento a esses riscos, pois as consequências podem não ser boas.

Outro problema muito comum é o escurecimento da pele tratada causado por Dermaroller de má qualidade ou com agulhas oxidadas (enferrujadas). Isso ocorre porque muitas pessoas usam o mesmo Dermaroller várias vezes e o processo de lavagem ou desinfecção realizado em casa provoca a oxidação das agulhas. Portanto, para evitar o escurecimento da pele e o risco de contaminação, não se deve usar o mesmo aparelho várias vezes.

O uso do Dermaroller é contra indicado para pacientes e pessoas alérgicas a metal, com dificuldade de cicatrização, hemofílicos, tendência a quelóides, com déficit de sensibilidade, com acne ativa, feridas na pele e dermatites.

Sessões recomendadas

Usualmente são indicadas de 2 a 6 sessões de tratamento, com intervalos de 2 a 8 semanas cada dependendo do caso a ser tratado.

Quem leu, comprou

Leia também