Dermarpen - O que é, para que serve e como funciona

Dermarpen - O que é, para que serve e como funciona

Publicado: 04/02/2018 Vizualizações: 47388

O que é o Dermapen?

Dermapen é uma caneta elétrica de microagulhamento automático que permite o encaixe e a troca de vários tipos de cartuchos com diferentes quantidades de microagulhas muito finas na ponta, onde a medida da profundidade de perfuração é ajustada de acordo com a necessidade do microagulhamento.

Este aparelho foi desenvolvido para fazer a perfuração da pele com movimentos de extensão e retração (sobe e desce) das microagulhas para estimular e induzir a formação de colágeno e elastina, além de provocar uma rápida e intensa renovação celular.

Dermapen Profissional

O Dermapen é indicado para tratamentos estéticos e dermatológicos, os cartuchos com a quantidade de agulhas variam de acordo com a necessidade e objetivo do tratamento.

Como todo procedimento estético, dependendo do caso, deverá ser realizado ou orientado por dermatologistas, fisioterapeutas ou biomédicos, porém, para problemas mais simples e comuns, será possível fazer o tratamento em casa, adquirindo o aparelho e seguindo algumas orientações específicas.

Para que serve o Dermapen?

O Dermapen é utilizado para regenerar a pele e tem ação múltipla: serve para tratar rugas ou linhas de expressão da pele, calvície, estrias brancas, vermelhas e roxas, flacidez cutânea, remover cicatrizes de acne ou outras cicatrizes, promover o rejuvenescimento da pele e a renovação celular e disfarçar manchas, tudo isso através de uma estimulação natural feita com microagulhas que penetram na derme favorecendo a formação de novas fibras de colágeno, que dão firmeza e sustentação à pele.

O principal objetivo do uso do aparelho é estimular a produção de colágeno e promover a renovação celular, através das microlesões provocadas pelas microagulhas na pele.

Cada “furinho” feito na pele será preenchido por um novo tecido. Como são milhares deles, toda a área tratada será beneficiada.

Como funciona o Dermapen?

As microagulhas penetram na pele por várias vezes causando micro ferimentos e vermelhidão, formando microcanais que vão possibilitar a reação das células, estimulando naturalmente a regeneração da pele, com a produção de colágeno, elastina, de ácido hialurônico e a liberação de fatores de crescimento.

Dermapen - Como funciona

VEJA O VÍDEO

Por uma reação de defesa do organismo, as células epiteliais passam a se multiplicar, e consequentemente, renovam os tecidos da região tratada, deixando a pele mais uniforme, rejuvenescida e bonita.

É aí que ocorre a remodelação tecidual e o surgimento de novos componentes na matriz da derme, que migram para a microlesão e fecham os canais criando um novo tecido, rico em colágeno e elastina, resultando em uma pele mais firme e espessa. A regeneração provocada pelo microagulhamento atenua cicatrizes, melhora a textura da pele, linhas de expressão e rugas, manchas, entre outros vários benefícios.

Embora este tratamento possa causar alguma dor e desconforto, porque quanto maior for o comprimento das agulhas, maior será a dor, ele fornece resultados imediatos desde a primeira sessão e geralmente compensa o 'sofrimento' porque a pele fica toda uniforme, sem as depressões causadas pelas cicatrizes de acne.

O mais indicado é iniciar o tratamento com perfurações menores, com cerca de 0,2 mm de comprimento, e se necessário, poderá aumentar a medida de perfuração para 0,5 mm de comprimento, principalmente quando o tratamento é realizado no rosto e em casa. Se desejar remover estrias vermelhas, rugas, flacidez, cicatrizes antigas ou cicatrizes de acne muito profundas, pode-se usar uma medida de perfuração maior, como por exemplo de 1 mm de comprimento, mas nesse caso o tratamento em casa não é recomendado. Com medidas de perfuração acima de 2 mm de comprimento, o tratamento só pode ser feito com o dermatologista, fisioterapeuta ou biomédico.

Resultados do Dermapen

A indução da produção de elastina e colágeno proporcionada pelo procedimento realizado com o Dermapen é observada logo após a primeira sessão de tratamento. O paciente percebe significativa melhora em cicatrizes, rugas, problemas de pigmentação e melanoses, sua pele terá um aspecto notadamente rejuvenescido.

Além disso, o procedimento ajuda a circulação sanguínea, aumentando e melhorando o suporte nutricional e de oxigênio local, o que provoca a eliminação de metabólitos e toxinas. Exames histológicos realizados passadas 6 semanas do tratamento, mostram um crescimento exato de até 1000% em fibras de colágeno e elastina. Relatos científicos e casos clínicos, apontam êxito de 70 a 80% para cicatrizes atróficas após 2 a 4 sessões.

VEJA AS FOTOS

Contra-indicações para o uso do Dermapen

Não existe procedimento médico ou estético sem riscos. No caso do Dermapen não é diferente, ele provoca micro lesões na pele, assim, pode ocorrer infecções, estimular herpes, cicatrizes e até mesmo a formação de quelóides (cicatriz endurecida e saliente) em pacientes propensos a isso. Por isso, apesar de muitas pessoas se interessarem em saber onde comprar o Dermapen e as agulhas, é preciso estar atento a esses riscos, pois as consequências podem não ser boas.

O uso do Dermapen é contra indicado para pacientes e pessoas alérgicas a metal, com dificuldade de cicatrização, hemofílicos, tendência a quelóides, com déficit de sensibilidade, com acne ativa, feridas na pele e dermatites.

Sessões recomendadas

Usualmente são indicadas de 2 a 6 sessões de tratamento, com intervalos de 2 a 8 semanas cada dependendo do caso a ser tratado.

Quem leu, comprou

Leia também